A Reeducação Postural Global, ou RPG, foi criada na França, pelo fisioterapeuta Phillipe Souchard.

Desde que o homem assumiu a postura ereta, há milhões de anos, tem sido um grande desafio ficar em pé sem sobrecarregar suas estruturas musculares e esqueléticas. Num esforço constante contra a gravidade, o corpo se defende para compensar deficiências de equilíbrio ou dores.

A técnica de RPG considera sistemas musculares e esqueléticos como um todo e procura tratar de forma individualizada, músculos que são de estruturas diferentes (músculos dinâmicos e estáticos ). A musculatura posterior ou estática está sempre contraída para a manutenção da postura e pronta para entrar em ação. Já os músculos dinâmicos que são responsáveis pelo movimento ativo entram em estado de relaxamento quando não estão sendo usados.

Os músculos estáticos em estado patológico se retraem ou encurtam, manifestando-se pelo aparecimento dos desvios posturais. Os desvios posturais podem ter inúmeras causas como: maus hábitos posturais ou profissionais, alterações congênitas ou adquiridas, fatores emocionais; mas seja qual for a causa, o desvio será fixado pela retração das estruturas relacionadas aos músculos estáticos, que são agrupados em um conjunto comumente chamado de cadeias musculares. Podemos pensar em nosso corpo como um quebra cabeças, em que, se uma peça está fora do lugar, todo o conjunto se desequilibra. Assim quando alguma parte do corpo dói ou está muito tensa, todo o conjunto reage para compensar e algumas peças acabam se contraindo, curvando, entortando…

O tratamento com RPG é realizado através de posturas estáticas, com o objetivo de atuar neste conjunto de cadeias musculares, de modo que os músculos estáticos sejam alongados, enquanto que os dinâmicos devem ser contraídos. Partindo da conseqüência até a causa do problema, buscando reencontrar a boa morfologia corporal e solucionando os problemas relacionados a ela.

As posturas são feitas juntamente com exercícios respiratórios, no qual o paciente faz 80% do trabalho, seguido da orientação do fisioterapeuta. O tratamento pode durar de 3 meses a 2 anos, com uma sessão semanal de 50/60 minutos.